5 months in United States

Estava eu olhando alguns blogs de atuais e ex Au Pair’s quando pensei: – Meu Deus, desde que cheguei aqui, abandonei totalmente meu blog! Que triste!! 😦 Sei que muitas pensam que depois que a “candidata” a Au Pair chega aqui, fica toda metidinha! Actually it is true!! rsrs… Mas nao sao todas!! Muitas, meu caso, eh por realmente nao ter mais tempo ou por parecer que nao faz mais sentido escrever. Jah que o blog era o diario antes de vir!! But isso nao eh verdade!!! Por isso eu quero mesmo tentar continuar com os posts!! Ajudando quem esta querendo vir, registrando minhas historias, tirando duvidas ou simplesmente para voce ver como eh a vida de uma Au Pair ou a vida da Au Pair Bruna rs.

Desde que chegue aqui, semana que vem fara 5 meses, MUITAS coisas aconteceram! Entao, nao tenho nocao de por onde posso comecar! Jah que poderia abordar ALGUNS topicos:

  • Chegada nos EUA
  • Treinamento
  • Chegada na Host family
  • Homesicks
  • Namoro Vs. EUA
  • Crises com a Host Family
  • Como eh viver longe de tudo
  • Processo da Habilitacao
  • Dificuldade com o Ingles
  • 45 horas por semana?!
  • Como eh cuidar de criancas pequenas
  • Planejamento das Viagens
  • Compras
  • Estudo

Meu Deus, quanta coisa!!! 😐

Como podemos fazer?! Pensando, pensando… :/ Acho que vou comentar brevemente sobre cada um deles, ok?!

– Chegada nos EUA – Conto de fadas!! Tudo lindo, emocoes a 1000
– Treinamento – Muito legal!! Porem a timidez nao me ajudou muito! Conheci poucas pessoas.
– Chegada na Host family – Uma gracinha!! Presentinhos pra todos os lados, todo mundo feliz, quartinho arrumado.
– Homesick – Eh complicado! Nao sinto falta soh das pessoas, sinto falta da minha vida no Brasil.
– Namoro Vs. EUA – No comeco foi complicado a adaptacao. Apesar de sermos experientes em relacao a “namoro a distancia”. Mas agora estamos super bem. A carencia eh inevitavel.
– Crises com a Host Family – Tive algumas! Tentei resolver do jeito que eu sou, sem nao me toque nao me rele. Estamos dando certo, ate certo ponto rs.
– Como eh viver longe de tudo – Vivo em uma cidade longe do centro, longe das Au Pair’s. No comeco era complicado pq eu nao tinha carro. Agora eh complicado ter que encher o tanque toda semana $$$
– Processo da Habilitacao – Durou quase 4 meses! Por culpa da indisponibilidade dos meus hosts.
– Dificuldade com o Ingles – Ainda tenho vergonha de falar ingles com pessoas que eu nao conheco e me mato por isso. Tenho me esforcado a mudar.
– 45 horas por semana?! – As vezes eh lenda… rs
– Como eh cuidar de criancas pequenas – SACRIFICANTE! Amo minhas meninas de paixao, mas fico de 9 a 10 horas por dia com elas trancada dentro de casa. Eh inverno agora! Entao, passa a ser cansativo.
– Planejamento das Viagens – Fui pra Chicago no Ano novo. Foi lindo!! Vou pra Vegas e arredores no fim desse mes (1 semana de ferias) e pra Jamaica, Caribe e Mexico em Agosto (1 semana de ferias). Tambem tenho programado viagens de fim de semana.
– Compras – Hmm… comprei algumas coisas jah! Laptop, Camera, Roupas, poucos sapatos…
– Estudo – Estou terminando um curso agora (Business English). Mas jah comeco mais dois sobre “american accent” e “grammar and writing.

Bom, eh isso, galera!!
Nao tenho ideia de qual sera o proximo post 😦 Preciso pegar o jeito de novo rs… Caso voces queiram saber sobre algo especifico e que isso possa vira um post, peco que postem aqui ou me mandem email. Mas de qualquer jeito, estarei pensando sobre alguma coisa tambem 🙂

See you soon
Bruna

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

Match, Visto entre outras coisas – ATUALIZAÇÃO

Quanto tempo em?! Senti falta de escrever aqui, por isso vim dar uma atualizada. Até porque novidade é o que não falta dessa vez rs. E como são muitas, vou fazer assim, escreverei sobre TUDO o que aconteceu até aqui, mas nos próximos posts conto detalhes sobre cada parte. Ok?!

Até o último post eu estava disponível para as famílias somente pela Au Pair Care, mas tentando me ajudar de alguma forma, sabe?! Já que eu não estava conversando com tantas famílias. Foi por isso que dei entrada da Cultural Care no dia 28/06, no dia 14/07 submeti meu application, no dia 27/07 eu estava online. E durante esse tempo eu estava conversando com uma família da Au Pair Care SUPER enrolada. Se não me engano, no mesmo dia que fiquei online uma família me selecionou pela Cultural Care (deixando claro que PRA MIM a Cultural Care foi melhor, mas que muitas meninas se dão mal com ela e adoram a Au Pair Care). Conversamos por uns 15 dias, mas não deu certo. No mesmo dia que saíram do meu perfil, entrou outra família que tinha 4 bebês rs… CLARO que eu não quis. Mandei um email educado dizendo que eu não era capaz de cuidar de tantos bebês. Saíram do meu perfil e no mesmo dia entrou outra família. A MINHA FAMÍLIA! Conversamos bastante por Email e Skype. Tivemos conversas e Emails bem descontraídos, porém sérios. Até que no dia 23/08 me pediram em Match. Claro que aceitei, já que eu tinha gostado bastante deles e eles de mim.
Dois dias depois a Escola da Cultural Care de New Yorque me liga para perguntar se dia 01/10 estava bom para eu embarcar. Eu disse que sim, mesmo eu não querendo embarcar exatamente nesta data, pois tinha algumas coisas muito importantes para resolver e não daria tempo. Tentei de todas as maneiras pra que desse nessa data, mas realmente não iria dar. Por isso perguntei pra minha host se teria problema eu ir uma semana mais tarde, já que eu teria que resolver minha vida aqui. Ela disse que não teria problema e logo em seguida entrou em contato com a Cultural Care que entrou em contato comigo e fechamos para o dia 08/10. Ótimo! Assim eu teria tempo para arrumar as coisas no meu trabalho. Fui demitida no dia 30/08, graças a Deus. Colocaram minha homologação como urgência e ela será no dia 24/09. Ou seja, dará tempo de sacar o FGTS e dar entrada no seguro desemprego. Ok, essa parte já estava (mais ou menos) resolvida. Agora tinha o que, tinha o que?? O VISTO! Ow God, isso estava me preocupando um pouco. Tanto é que eu não queria divulgar minha oficial ida para os States antes dele. Beleza, sai do meu serviço no dia 30 e comecei a resolver as coisas. Dar entrada da PID e fazer o teste de tuberculose, por exemplo. Conto mais sobre isso para vocês em outro post.

Ainda faltava eu agendar o visto. Agendei o horário no CASV para o dia 11/09 as 11:30 e a entrevista no Consulado para o dia 12/09 as 10:15. No CASV cheguei com 30 minutos de antecedência e no Consulado com mais ou menos umas 2 horas e meia rs. Fiz a entrevista um pouco nervosa e no fim ela disse:

– Seu visto foi aprovado. Obrigada!

Fiquei muito feliz né?! Agradeci a Deus e voltei para a casa afirmando para todo mundo que eu iria para os Estados Unidos no dia 08/10.

Pois é… Graças a Deus, tudo correu muito bem. Estou tentando terminar de organizar as coisas e NÃO ESTOU ANSIOSA rs. E não é brincadeira… Não estou mesmo. Não por enquanto, pelo menos.

Estou vivendo o momento das MESMAS reações. Quando alguém fica sabendo que eu vou diz:

– Nossa, mas já? Ou…

– Nossa, que legal! (muitas das vezes com ar de inveja) Ou…

– CERTEZA que você não volta mais pro Brasil. Ou…

– Eu não teria coragem. (na mesma hora eu penso: – Não te perguntei nada)

E depois de uma delas…

– E seu namorado? Ou…

– Tadinho do meu namorado. Você com certeza vai arrumar um gringo lá. Ou…

– Vocês vão terminar antes de você ir?

Dá vontade de gravar e quando alguém perguntar só dar play, sabe?! Mas tenho tentado manter a calma e responder CALMAMENTE todas as afirmações ou perguntas rs.

Acho que é isso gente. Assim que eu tiver um tempinho, vou escrever mais detalhadamente sobre o que algumas meninas pediram pra eu escrever.

Bjo bjo 😉

Publicado em Uncategorized | 9 Comentários

Evitando estresse

Depois dos 10% que vivi nessa vida de Au Pair, aprendi algumas coisas. Este post será pra falar um pouco sobre isso, sobre os erros que eu cometi e que MUITAS meninas cometem. Futuramente (não sei quando) quero fazer até um vídeo falando sobre esse assunto. Porque se evitarmos isso, sofreremos BEM MENOS.

Vamos lá… Quando você percebe que quer ser Au Pair, começa a correr atrás disso e, feliz da vida, conta pra Deus e o mundo sobre o seu intercâmbio. Você dá a entrada e conta pra todo mundo, preenche o Application e conta pra todo mundo, faz o vídeo e conta pra todo mundo, fica online e conta pra todo mundo, quando uma família te seleciona, meu Deuuuus… Conta pra todo mundo e mais um pouco. Afinal, está radiante e quer compartilhar a “vitória” com todos, não é?! Pois bem, me descrevi ai! Essa fui eu. Fiz exatamente TUDO isso. Pra chegar ao ponto de eu olhar uma mala e falar: – Quando eu for viajar, vou comprar essa. E um amigo dizer: – Viajar? Ah tá. Desde que eu te conheço você diz isso.
Como assim, cara?! Que raiva!

Que loucura!

Hoje, o que eu faria e por quê?

Não teria contado pra NINGUÉM sobre minha possível viagem. Só para os mais próximos (pai, mãe, irmão e namorado).
Correria com todo o processo e ficaria ONLINE sem, ainda, ninguém saber. Não porque é PECADO ou MALDADE… Mas simplesmente pra evitar estresse adiante.
Quando entrasse uma família no meu perfil, não contaria pra ninguém. Talvez, pra NINGUÉM mesmo. Nem namorado, nem nada.

Explicação: Quando a gente conta pro pessoal, assim como você, todos ficam ansiosos pela viagem. Afinal, isso não é uma coisa que acontece com todo mundo em todo tempo. Por esse motivo, ficam te perguntando, perguntando, perguntando e… Perguntando sobre isso.

Ai você está lá, preenchendo a application toda belezinha ENQUANTO as pessoas estão atrás de você e perguntando: – E ai, Bruna? Quando você vai viajar? Já tá tudo certo? Não tem mais ou menos a data?
Ai você responde: – Pior que não, até porque não depende só de mim. Pode ser que eu vá mês que vem, como pode ser no ano que vem.
Ai o amigo belezinha: – Ah sim, mas assim… Nem mais ou menos uma data?
Fora as outras: – Hmm… Pra que cidade você vai? Já tem o passaporte? E visto?
Ai você, pouco calma responde: – Pior que não sei pra que cidade vou ainda, isso é a última coisa que se resolve. E o visto tbm.
Ai a pessoa: – Como assim? Nem visto tem ainda? Nem sabe qual cidade? Meu Deuuus

Affê, cansei disso. De, em TODAS as reuniões familiares, ter que explicar como tudo funciona e que (mesmo puta da vida, porque ainda NÃO TENHO FAMÍLIA) demora mesmo pra resolver tudo isso.

Pelo amor de Deus e de vocês mesmas, vamos agir com cautela e maturidade. JURO que eu se pudesse voltar atrás, não faria da mesma forma.
Por isso, se você ainda não contou pra ninguém, continue não contando. Se todo mundo já sabe, mas só falta à família (você está ON), quando uma entrar, não sai contando pra todo mundo. Porque senão, na maior boa vontade e preocupação, vão ficar te perguntando: – E ai? Aquela família deu certo? E quando não der certo você (já triste por não ter dado certo) ter que explicar o porquê não deu certo.

Mas assim, isso é uma dica (CLARO), mas também um desabafo. Então, leia e siga somente o que você achar conveniente pra você ou que faça sentido. Beleza?

Continuo nessa vida, querendo uma família e às vezes nem acreditando mais que isso é possível, mas estou na luta firme e forte. Inclusive vou fazer um curso para Au Pair’s dia 21 e 22 aqui na minha city (São José dos Campos – SP). Parece ser muitíssimo bom. Abordam vários assuntos super importantes para nós. Tem uma nutricionista, uma contadora de histórias, uma enfermeira obstetra e etc. Também comentam sobre como a babá deve falar com as crianças, como deve falar com os pais, o que deve e o que não deve falar para os pais e para as crianças, como dar banho, como mostrar que regras são para serem seguidas, uniforme e um monte de coisa. Parece ser maravilhoso, não é?! Espero conseguir minha linda host family, depois disso.
Ah… Até ai já vou ter meu certificado de conclusão de curso também que, talvez, dê um up. Minha colação será dia 24 desse mês. UhuL!

É isso, gente! A partir do mês que vem, estarei postando no blog das 30 Au Pair’s também, quem quiser, segue a gente!

Abração \o/

Publicado em Uncategorized | 26 Comentários

Conselho se fosse bom, se vendia!

Sem muitas coisas para falar, porém com várias para dizer… Entendeu?! kkk Nem eu! rs

Então, depois de algum tempo sem família em meu perfil (foi pouco, mas parece que eterno), aprendi algumas coisas. Creio que tenha sido Deus mesmo falando comigo… E isso me ajudou muitíssimo. Me deixou mais sossegada! 🙂
Por um tempo eu entrava no meu email, sempre que existia essa possibilidade. Depois desse aprendizado, tbm kkkkkkkkk, mas juro que começou a ser diferente. De verdade! Rs Isso porque comecei a perceber que o erro não era da agência que não trabalhava direito, o problema não era comigo ou com minhas horas de experiência, também não era com as famílias e nem com o meu nível de inglês. O lance está em “a hora certa para todas as coisas”.

Cheguei a pensar que a Au Pair Care não funcionava direito, não do MEU jeito, pelo menos rs. Mas depois fiz uma “pesquisa” no face e percebi que todas as agências “sofrem” do mesmo mal. Ou seja, todas as agências têm Au Pairs, todas têm famílias… Todas as famílias PRECISAM de Au Pair e uma hora vão encontrar a certa para eles (Não! O problema não é você ou a família. Você só não foi feito para aquela família e aquela família pra você. Dá pra perceber isso quando uma Au Pair diz que a família era tudo de bom, e a outra Au Pair diz que a mesma família não era boa), assim como cada uma das Au Pair irá encontrar a família certa para ela. Claro que quanto mais horas você tiver, melhor para você. Quanto melhor estiver seu inglês, mais confortável você estará para conversar com as famílias. Quanto mais você buscar saber sobre a agência de interesse, mais segura você fechará o programa… E assim por diante. Mas existe um tempo pra cada coisa. E eu não estou dizendo isso porque encontrei a minha família linda e estou tranquila com isso, não mesmo! Também estou à espera nesse momento.
Por isso girls, paremos de sofrer e toquemos nossas vidas normalmente como SE não fossemos fazer essa viagem. Podemos continuar com os planos aqui no Brasil mesmo! Continuar estudando inglês, continuar trabalhando, continuar na faculdade, continuar juntando dinheiro, continuar frequentando os mesmos lugares e etc. E quando for a SUA hora, o SEU tempo… Você, com toda felicidade do mundo, irá abrir mão de todas essas coisas e seguirá um caminho diferente, aquele tão sonhado. Claro que sempre terá uma ansiedadezinha no meio disso tudo, mas que seja saudável! 🙂
Ah… Fiquei exatamente 30 dias sem família no meu perfil. Mas que eternidade. Olho para esses tão poucos dias e penso: – Nossa, mas parece MUITO mais. Pura ansiedade mesmo, né?! Rs
Só sei que estou muito feliz! Termino a faculdade em exatamente 29 dias, volto com o inglês mês que vem também. Porque assim, sempre estudei, mas fiz um intensivo durante dois meses, ajudou muito, mas foi maior loucura. Afinal, foi tudo junto! Faculdade, projeto de conclusão de curso, inglês, intercâmbio, namoro (namoro a distância e isso dificulta algumas coisinhas)… Mas volto com o inglês mês que vem, depois que terminar a faculdade. E vou vivendo assim até eu ter o meu MATCH. Que sonho, não?! Rs
É isso gente! Estou conversando com uma família super fofa e que se encaixa nos meus requisitos. Trocamos vários emails, skype, telefonema e vamos conversar um pouco mais. Claro que quero que dê certo, mas está nas mãos de Deus. Não quero se não for da vontade dEle.

Bjos e… boa sorte e menos ansiedade para nós! rs 😉

Publicado em Uncategorized | 4 Comentários

Enquanto estou ON e a Host ideal não aparece (…)

Enquanto isso eu fico louca, alucinada, ansiosa, preocupada… TUDO junto rs

Estava eu pensando e tentando resolver essa injustiça que acontece no mundo das futuras Au Pairs, ou seja, as girls que estão Online, mas que não tem previsão NENHUMA de quando uma família possa entrar em contato. Pensei em várias coisas, mas a melhor ideia foi: Uma lista na ordem de tempo que cada uma entrou. Por exemplo… A Fulana ficou Online hoje, ela seria a última dessa lista! A Siclana ficará Online amanhã, então a Fulana deixa de ser a última e passa ser a penúltima. E assim vai indo! CLARO que nossos futuros chefes (Host Family), não teriam que escolher OBRIGATÓRIAMENTE a primeira da fila, mas ela estaria visível e não escondida no meio das outras. Caso eles não gostassem da primeira por algum qualquer motivo, iria pra próxima…. E assim por diante! Ai algumas de vocês podem estar pensando: Poxa, não viaja Bruna! Se fosse assim, nem iria adiantar nada! Adiantaria sim!! Porque dessa forma, as meninas que estão há mais tempo, estariam mais visíveis e com destaque.

O projeto

Ah… Sei que eu to viajando, afinal não irá acontecer nada disso! Mas é uma solução né?! Rs

Aiii, pra eu não ficar tentando encontrar soluções para nossos problemas rs, tenho que ocupar minha mente com outras coisas que as vezes nem precisam ainda… Mas é o jeito rs. Por exemplo, quando a gente entrega tudo o que precisa e fica Online, não tem muita coisa pra fazer mais! Por isso, acho que muitas meninas ficam sem propósito de vida… uhauahuah Ou melhor, o propósito se torna “olhar o email minutoamente (nem existe essa palavra, mas quis dizer de minuto a minuto).

Buuuuuuuuuuuuut pra não ficarmos tão alucinada com isso, o que podemos fazer? Procurar saber sobre as coisas que faltam? Estudar inglês? Pois bem, é isso que eu faço! Estou me alicerçando rs ;D

O que tenho feito:

  • Planejando meu projeto Pre-Departure
  • Orçando malas baratinhas
  • Fazendo lista do que tenho que levar
  • Tentando juntar dim dim
  • Saber sobre o Visto
  • Treinando o inglês
  • Fazendo lembrancinhas pra família do Brasil
  • Pensando no que fazer pro meu Love
  • Vou buscar saber sobre a PID

Acho que é isso! Assim me envolvo com essas coisas e paro de esperar a family. Mas que ela apareça logo, né gente?

Boa sorte e muita calma pra vocês que estão na mesma situação que eu! Rs

Bjos galerinha*

Publicado em Uncategorized | 3 Comentários

My first contact with a family

Depois de 17 dias ONLINE, aparece uma family em meu perfil! 😀 Fiquei tão feliz quando vi. Mais ainda quando vi que eram de New Jersey – Millburn. Que tudo!!

Perfil: Pai e Mãe trabalham fora, 3 filhos: 1 boy de 6 anos, 1 boy de 4 anos e uma girl de 1 aninho.

Pela carta que tava no Au Pair Room, eu adorei eles… Só nem tanto a quantidade de crianças. Queria tanto só 1 ou 2, no máximo! Mas nada é 100% né!? Desde que sejam calminhos rs

Claro que não são eles! Imagem do Google*

Então, recebi a notificação em meu e-mail as 17 horas (12/04) e eu iria esperar eles entrarem em contato. Só que ai eu comecei a ler tudo o que tinha disponível no site da Au Pair Care. E tava escrito em uma partinha lá que se eu preferisse, poria mandar um e-mail pra Host de agradecimento por ter escolhido meu perfil. Mas pensei, melhor não né!? Ai fui pra faculdade super feliz, cheguei em casa e não aguentei. Mandei um emaill super breve. Tipo assim:

Hi future host family!!
I thanks you for selecting me!
I’m happy and anxious to talk with you

Depois que mandei, continuei no meu face e na net, quando de repente chega um e-mail. Mas é NUNCA que eu ia pensar que era dela, já que eu recebo um monte de e-mail marketing e eu tinha acabado de mandar. Mas não é que era a Host Mom?? rsrs… Ow God!!! Abri o e-mail e ela super fofa pedindo desculpas por não ter entrado em contato antes, mas que só fez isso pq sabia que eu estudava a noite. Muito fofa! Adorei isso…

Depois de alguns e-mails, a gente marcou uma entrevista por fone as 10:30am de NJ (14/04), as 11:30 daqui. Mas ela tinha esquecido que esse horário não daria pra ela pq o filho dela tinha que jogar algumas coisa rsrs… Ai mandou um e-mail perguntando se poderia ser uma hora mais tarde. Respondi e no horário ela me chamou no skype. Fiquei olhando aquele convite por alguns segundos (super nervosa), e aceitei. Conversamos por 50 minutos :D. Claro que não foi tudo que eu entendi, mas o contexto foi ok! rs… Adorei!!!! Mas fiquei com várias dúvidas em muitas coisas que ela falou. E o que fechamos foi: Eu conversar com o meu prof coordenador (termino a facul em junho) e ver se existia a possibilidade de eu ir final de maio. Pra depois disso continuarmos nos comunicando, já que se eu não pudesse, não teria lógica continuarmos. No dia 16/04 comuniquei que não iria ser possível. Ela respondeu dizendo que tinha gostado muito de mim, mas que realmente tinha que ser pra maio, pois a au pair dela estava indo embora no final de abril.

Ok neh?! Bola pra frente e esperemos a family MARA

É isso gente…

Bjoss

Publicado em Uncategorized | Marcado com , , , , , , , | 2 Comentários

Ansiedade…

Aii… que tortura essa espera!!! Sei que é normal, que todas passam por isso, que já já chega a minha vez, mas poxaaa… Que ruim essa espera!! LITERALMENTE, só uma au pair sabe o que é emoção! Em todos os sentidos. No momento da decisão de ser uma Au Pair, na hora dos testes, na correria por referências, no preenchimento do application, fazer o video e ESPERAR uma LINDA família entrar em contato com você. Ow God, que tresh essa parte.

ansiedade

Fiquei ON no dia 26/03/2012, ou seja, hoje faz exatamente duas semanas e nada de Family. Mas eu vou esperar e tentar ficar tranquila, porque de nada adianta essa ansiedade, se não para atrapalhar o andamento do negocio… Como eu disse hoje no grupo das Au Pairs, quantidade não é qualidade! Não adianta nada 50 mil famílias ruins entrarem em contato comigo neh?! Pode ser uma só, mas que seja a família linda, do jeito que eu sempre sonhei, totalmente preparada por Deus!!!! 😀 Acredito muito nisso*

Nesse momento da minha vida eu to passando pela seguinte situação:

  • Família e amigos sabem que eu irei, mas não acreditam muito;
  • Terminando a facul e na maior correria com provas, trabalhos e TCC;
  • Pessoal no meu trabalho nem imaginam que isso esteja acontecendo;
  • Meu namorado (lindo, maravilhoso) todo preocupado comigo e sendo tudo de bom nesse momento;
  • Eu toda preocupada se vou conseguir dar conta de tudo isso ao mesmo tempo (trabalho, facul, inglês. namoro a distância, família…)
  • Fazendo inglês pra ficar melhor;
  • E… esperando uma linda família!!!!!

É isso! Esse é mais um desabafo rs
Bjos e uma ótima semana pra todas. Que esse semana seja linda e que as hosts possam entrar em contato com a gente ;D

Publicado em Uncategorized | Deixe um comentário